5 Dicas para economizar água no seu condomínio

Com a temática da sustentabilidade cada vez mais ganhando notoriedade, é imprescindível adotarmos atitudes e práticas sustentáveis

5 Dicas para economizar água no seu condomínio

Segundo dados da ONU em meados de 2050 a população mundial será 30% maior do que a atual, fazendo com que consequentemente a demanda por água potável aumente consideravelmente.

O Brasil é um dos países com as maiores reservas hídricas do mundo, se por um lado a abundância de água é bom, por outro lado, o fato de possuirmos grande quantidade desse recurso natural faz com a maioria dos brasileiros não deem muita importância às causas ambientais desenvolvidas para se evitar o desperdício.

Com a temática da sustentabilidade cada vez mais ganhando notoriedade, é imprescindível adotarmos atitudes e práticas sustentáveis e economizar água é uma das mais importantes. 

Existem inúmeras alternativas que auxiliam na redução do consumo de água potável. Realizar um gerenciamento do uso correto, além de importante para o meio ambiente, acaba impactando na economia e promovendo melhorias no orçamento mensal, seja um empreendimento comercial ou um condomínio residencial.

Boas práticas fáceis de introduzir, para economizar água em um condomínio:

No artigo a seguir reunimos 5 dicas de como contribuir com o planeta e ainda gerar economia de receita controlando o desperdiço de água em seu condomínio.

1 – Conscientização

Antes de qualquer prática, um fator de extrema importância para a economia de água em um condomínio é a conscientização dos usuários, sejam eles condôminos ou funcionários.  

Pequenas atitudes podem e fazem a diferença diretamente no consumo. Visando mobilizar moradores para um melhor uso e controle de gastos desse recurso natural valioso.

Espalhe pelas áreas comuns do condomínio lembretes com dicas simples que, quando adotadas em conjunto ajudam a diminuir o consumo de água e claro as contas.

2– Investir na qualidade de água

Outra dica importante é procurar investir na qualidade da água utilizada em seu condomínio. Além de proporcionar uma melhor saúde e bem estar dos moradores, essa atitude facilita na hora de economizar água.

Uma sugestão seria o investimento em bebedouros e purificadores espalhados pelo condomínio, medida que pode se tornar um bom investimento em ambientes comuns, onde todos terão acesso a uma água tratada e de boa qualidade.

3– Hidrômetros Individuais

Tornar o Hidrômetro individual é uma ação que resulta numa ótima economia de água para seu condomínio.

Isso acontece porque na maioria dos condomínios a forma tradicional de pagamento de custo da água é a divisão do valor da conta entre todos os moradores. Com Hidrômetros individuais, cada apartamento ou residência fica responsável apenas pelo seu consumo individual, gerando uma motivação para que sejam adotados hábitos que diminuam o consumo.

Em 2007 foi criada a Lei 11.445 que obriga novas edificações a adotarem a utilização de Hidrômetros individuais, porém, ela apenas é válida para novos empreendimentos. Esse método é considerado mais justo, pois não é correto uma  família de cinco pessoas pagar a mesma quantia do que um jovem que reside sozinho, e que passa pouco tempo em casa por conta dos estudos e trabalho. 

4– Reaproveitar a Água

Uma boa alternativa é reaproveitar a água da chuva, por meio da construção de reservatórios que armazenam a água das chuvas, usando-a para regar jardins e limpar as áreas comuns.

Implementar uma estação simples de tratamento pode garantir um bom destino pra água que anteriormente era descartada.

Muito comum nas indústrias, em clubes e até mesmo em edifícios novos, o reuso da água é algo que funciona muito bem. Você pode utilizar a água do banho e pias para diferentes utilidades como descargas e lavagem de pisos e áreas comuns do condomínio.

Uma boa alternativa também é reaproveitar a água da chuva, construindo reservatórios para a armazenagem da água e que também pode contribuir para ótimos  resultados de economia no consumo e claro nas contas.

5– Procurar por vazamentos

Por último, mas não menos importante, uma ótima dica é realizar inspeções constantes para detectar possíveis vazamentos.

Realizar periodicamente inspeções em válvulas e torneiras do condomínio é uma forma de reduzir o desperdício de água. Essas vistorias podem ser realizadas por empresas contratadas ou até mesmo por funcionários do condomínio previamente treinados.

Aparecendo qualquer vazamento, é imprescindível providenciar o reparo. Caso a responsabilidade seja do condômino, este deve ser notificado a realizar o reparo o mais breve possível.

Também é válido incluir nas inspeções piscina e caixa d’água, realizando sempre a limpeza e manutenção preventiva para evitar possíveis problemas.

Para continuar sabendo mais sobre a administração condominial, continue acompanhando nosso blog e nos siga no Facebook e Instagram.

    Comentários

    Prezados clientes, a Umuarama está empenhada em auxiliar o dia-a-dia dos nossos condomínios e contribuir para o coletivo no sentido de retardar a disseminação e adotar as melhores práticas possíveis. Por favor, consultem nossas orientações no link desta imagem. Quaisquer dúvidas, permanecemos à disposição. Att, Diretoria. Umuarama Imóveis. Coronavírus COVID-19.