8 dicas para ser um bom síndico

8 dicas para ser um bom síndico

Uma das figuras mais importantes da gestão condominial é o síndico, afinal, ele é o responsável pela gestão e tomada de decisão dentro do condomínio, né?! 

Mas você sabe quais são as habilidades necessárias e os requisitos para se tornar um? E como se tornar um bom síndico? Vamos te explicar tudo isso, confira abaixo. 

Quais são as habilidades necessárias para ser um bom síndico? 

 Para atender as demandas do condomínio, é muito importante que o síndico seja uma pessoa com algumas qualificações, sendo elas:

  • Bom relacionamento com o público;
  • Boa comunicação;
  • Ser organizado;
  • Ter noção básica de áreas como contabilidade, administração, direito e recursos humanos;
  • Ter inteligência emocional para lidar com os problemas que aparecem no dia-a-dia;
  • Estar antenado às novidades condominiais que vão surgindo no mercado.

Além dessas habilidades, para se tornar síndico é necessário também se enquadrar em alguns requisitos legais.

Bom síndico: esclarecendo as leis

Ser um bom síndico: quais são os requisitos legais?

O Art. 1.347 da Lei Federal 10.406/02, diz:

“A assembleia escolherá um síndico, que poderá não ser condômino, para administrar o condomínio, por prazo não superior a dois anos, o qual poderá renovar-se.”

Ou seja, o prazo máximo que um síndico eleito pode ficar no cargo antes de uma nova eleição é de até dois anos, porém, ele pode se reeleger, caso essa seja a vontade da assembleia.

Para isso, ele precisa estar de acordo com alguns requisitos, são eles:

  • Ter disponibilidade e tempo para as atividades do condomínio;
  • Ter disponibilidade para conversar com funcionários/moradores;
  • Ter conhecimento em questões jurídicas que envolvam o condomínio e/ou trabalho do síndico;
  • Ter conhecimento sobre as regras internas do condomínio, como a convenção, regulamento interno e decisões assembleares;
  • Ter bons antecedentes é um diferencial;

Dicas para se tornar um bom síndico

Todos esses tópicos abordados anteriormente são muito importantes, sobre habilidades e deveres legais que o síndico tem. Mas, e depois de ocupar o cargo, como fazer uma gestão de sucesso? Trouxemos algumas dicas para vocês!

Faça a divisão das funções e responsabilidades

Para ser um bom síndico é essencial saber delegar tarefas. Durante a gestão, ele terá também o zelador, gerente predial, Conselho e outras denominações possíveis como subsíndico, conselho suplente, etc, que o auxiliarão nesse processo. É muito importante ter esse apoio e saber aproveitar disso corretamente. 

Um bom síndico delegando tarefas para equipe

Para manter a ordem, divida as atividades do condomínio que são de responsabilidade da gestão. Por exemplo: atendimento aos condôminos, organização de documentos, supervisão de limpeza etc. 

Tenha autoridade, mas não autoritarismo

O condomínio, antes de qualquer coisa, é um ambiente democrático, onde praticamente todas as questões são decididas por votação da assembleia, então não é uma boa tática usar o autoritarismo. 

E agir dessa forma pode trazer consequências como a polarização do condomínio, construção de inimizades e até eventual destituição do cargo.

Tenha organização

Já mencionamos anteriormente, mas vale reforçar: ser organizado será crucial para exercer a função de síndico. Um bom síndico sendo organizado

A bagunça que a administração pode virar e, consequentemente, os problemas que irão surgir caso o síndico não consiga manter a organização do condomínio são praticamente óbvias.

Então, é interessante que o síndico se programe para ter um momento para se organizar, olhar agendas, documentos, prestação de contas, etc.

Não permita que o trabalho te sobrecarregue!

Defina horários de atendimento, planeje a sua agenda conforme as tarefas daquele período, se programe para caso aconteça algum imprevisto, pois assim você sempre estará com as obrigações em dia.

Ah, uma boa opção é otimizar os atendimentos com ferramentas que facilitem isso, como WhatsApp, e-mail e telefone, por exemplo.

Conheça o condomínio

Se tem outra coisa que impacta diretamente no sucesso da gestão é ser um síndico presente. Conheça e esteja por dentro do que acontece no condomínio, isso ajudará na resolução dos possíveis problemas, além de auxiliar no cultivo de uma relação com os condôminos.

Bom síndico: conhecendo o condomínio

Tenha criatividade

Um dos pilares da boa gestão do condomínio são as assembleias. Mas o que fazer quando muitos condôminos se quer aparecem nessas reuniões? Usar a criatividade! É papel do síndico tornar essas reuniões mais atrativas para todos.

Não esqueça das manutenções!

Para garantir o bem-estar, a harmonia e até mesmo a segurança, é primordial que as manutenções do condomínio estejam em dia. Alguns exemplos de coisas que devem ter atenção redobrada são elevadores, para-raios, piscinas, extintores, tubulações de gás, etc.

Bom síndico: encanamento de água com vazamento

Tenha uma boa comunicação

E, por último, mas não menos importante, tenha boas estratégias de comunicação. Um dos maiores causadores de problemas em qualquer tipo de organização é a falta de comunicação, e nos condomínios não é diferente!

Use e abuse de comunicadores, murais, e até mesmo, grupos em redes sociais.

 

E aí, conta para a gente, gostou das nossas dicas? Com elas temos certeza que ficará mais fácil exercer com qualidade a gestão do seu condomínio, garantindo para todos um ambiente tranquilo, seguro e transparente.

Mas claro que, se precisar de ajuda, conte com a equipe de Umuarama. Nossa administradora possui todo o know-how para auxiliar os condomínios a organizar os processos.

Para mais dicas sobre a administração condominial, continue acompanhando nosso Blog e nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin.

Comentários

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com as nossas Políticas de Cookies e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições Eu aceito
Evite cair em fraudes, siga nossas orientações!