Administradora de condomínios: como saber que precisa de uma?

Reconheça os sinais de que precisa de uma administradora de condomínios.

Administradora de condomínios: como saber que precisa de uma?

Administradora de condomínios: como saber que precisa de uma?

 

Cuidar da organização condominial sem a ajuda de uma administradora de condomínios pode ser uma tarefa bem difícil. Afinal, as demandas de trabalho podem virar uma grande bola de neve se não geridas com muito cuidado e seriedade. 

A vida em comunidade pode acarretar grandes responsabilidades, que influenciam na rotina de cada morador, seja positivamente ou negativamente. 

Então, para evitar dores de cabeça, saiba quais os principais sinais de que você está precisando de uma administradora de condomínios! 

1 – Alto nível de inadimplência

O primeiro impacto da desorganização é sempre sentido no bolso, afinal sem o dinheiro necessário para as manutenções é impossível manter a casa em ordem. 

Mas, durante as crises financeiras, é normal observar o aumento nas inadimplências, e é nisso que uma administradora pode auxiliar, realizando cobranças e viabilizando condições de pagamento aos condôminos. 

Além disso, uma empresa responsável por cuidar das finanças do condomínio pode dar as orientações necessárias para restabelecer os pagamentos através da conversa e, em último caso, através de vias legais.

2 – Problemas para pagar as contas do condomínio

A consequência das inadimplências não demora para chegar. Isso porque, com menos dinheiro entrando, é natural que as contas não fechem. 

Isso atrapalha diretamente o serviço do síndico e a qualidade de vida de todos, já que será preciso cortar gastos secundários, como obras, reparos e melhorias nas áreas comuns. 

3 – Dificuldade em manter o quadro de funcionários

Se a desordem alcançou um nível preocupante, outro importante sinal de que você precisa cogitar uma administradora de condomínios ou eventualmente a troca da atual é a rotatividade de funcionários. 

Isso acontece porque, ao ter um orçamento curto, fica difícil manter e valorizar funcionários mais antigos e de confiança, tendo que optar por novos, que possuem menor valor salarial.

Outro ponto para levar em consideração é o de que, com condições ruins de trabalho, os profissionais com melhor qualificação podem optar por abandonar seu condomínio e buscar novas oportunidades. 

4 – Desorganização 

Como já mencionado nos tópicos anteriores, a desorganização pode ser causa da maior parte dos problemas. 

Mas além da desorganização financeira, os condomínios podem lidar com a desorganização generalizada, que inclui a dificuldade para estabelecer regras, realizar cobrança de multas e manter a papelada em ordem. 

Para resolver esse problema, uma empresa especializada age garantindo que tudo esteja bem documentado e arquivado, precavendo o condomínio de problemas a curto e longo prazo. 

 

Se o seu condomínio está apresentando todos esses sinais, é hora de buscar uma administradora de condomínios e colocar os pingos nos is de uma vez por todas. 

Aqui na Umuarama você pode abrir sua situação e receber um orçamento que contribua para a realidade do seu residencial, proporcionando melhorias na organização e saúde financeira. 

Para continuar acompanhando mais dicas sobre administração condominial, continue de olho no nosso blog e nos acompanhando no Facebook e Instagram.

Comentários

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com as nossas Políticas de Cookies e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições Eu aceito
Evite cair em fraudes, siga nossas orientações!