Como preparar o condomínio para crises energéticas

Como preparar o condomínio para crises energéticas

Nos últimos tempos, o país tem enfrentado altas significativas no valor da conta de energia elétrica, interferindo direta ou indiretamente no orçamento das pessoas, organizações e condomínios.

Mas como preparar o seu condomínio para crises energéticas? É imprescindível saber isso, pois cada vez mais a conta de luz vem ocupando espaço significativos nos gastos condominiais.

Ao longo deste artigo, discutiremos práticas que podem ajudar o condomínio a enfrentar esta crise. 

Crises Energéticas: Valores

Quais são as causas das crises energéticas?

O Brasil enfrentou uma das piores crises energéticas da história em 2001, período em que o governo federal precisou tomar iniciativas com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica. 

Programar blecautes, proibir eventos noturnos como partidas de futebol e shows, são alguns exemplos de medidas que foram adotadas na época.

A população e as empresas precisaram mudar alguns hábitos e um deles foi efetuar a troca de lâmpadas e equipamentos por outros que consumiam menos energia elétrica e se mostraram mais eficientes. 

E hoje em dia, novamente, discute-se o futuro das matrizes energéticas e quais medidas podem ser tomadas pelos agentes produtores e consumidores para atenuar a situação. São diversos os motivos que podem ocasionar períodos de escassez, sendo os principais:

  • O período de irregularidade/falta de chuvas;
  • O mau gerenciamento de hidrelétricas;
  • O aquecimento global causado pela queima de combustíveis fósseis;
  • O desmatamento de florestas e biomas que contribuem para a cadeia energética;
  • A pouca quantidade de investimento em fontes de energia alternativas.

Crises Energéticas: Desmatamento

Para suprir o fornecimento de energia, as usinas termelétricas – mais caras e poluentes – são acionadas. Além de, claro, aumentar o risco de enfrentarmos um longo período de racionamento e apagões.

Com base nessas informações, como os responsáveis pela administração condominial podem agir para que o condomínio faça o uso consciente de energia elétrica e reduza os impactos econômicos?

Qual a preparação para possíveis apagões no condomínio?

Primeiramente, podem acontecer duas situações com relação à energia elétrica que vão demandar ações do síndico: as tempestades de verão, que podem provocar quedas de luz e apagões em consequência da crise energética, além do aumento do custo com o fornecimento de energia.

Crises Energéticas: Apagões

Para manter o condomínio pronto para lidar com crises energéticas existem várias medidas. Alguns profissionais recomendam que o condomínio deve começar potencializando os recursos que já possui, tais como:

  • Avaliar e aprimorar o funcionamento da portaria nessas situações;
  • Manter em dia o treinamento operacional da equipe;
  • Revisar o sistema de gerador e nobreaks;
  • Avaliar a possibilidade de expansão para esses equipamentos atenderem outras áreas.

Mas também existem algumas medidas preventivas que o síndico pode tomar para não ser pego de surpresa caso tenha falta de energia, dentre elas:

  • Ter luzes de emergência e sinalizações que apareçam no escuro;
  • Conferir o abastecimento dos geradores;
  • Deixar documentos necessários e contatos acessíveis;
  • Deixar registros claros sobre quais equipamentos estão conectados aos equipamentos de emergência;
  • Priorizar o uso de gerador e nobreaks para situações de segurança e fluxo, como: elevadores, portões, sistema de segurança e afins;
  • Permitir o atendimento do gerador às unidades limitando ao essencial, como: geladeira, celular e equipamentos de saúde, por exemplo;
  • Ter um plano B em caso de queima de equipamentos em decorrência da queda de energia, como: bomba d’água, motor de elevador, portões, etc.

Crises Energéticas: Gerador

É importante ressaltar que, se o condomínio ainda não possui esses equipamentos, é de extrema relevância que a deliberação sobre esses investimentos seja debatida o mais breve possível em assembleia.

E aí, gostou deste conteúdo? Não se esqueça, se precisar de ajuda, conte com a equipe de Umuarama. Nossa administradora possui todo o know-how para auxiliar os condomínios a organizar os processos.

Para mais dicas sobre a administração condominial, continue acompanhando nosso Blog e nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin.

Comentários

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com as nossas Políticas de Cookies e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições Eu aceito
Evite cair em fraudes, siga nossas orientações!