Garagem do condomínio: 5 dicas importantes

Garagem do condomínio: 5 dicas importantes

Veículos mal estacionados, furtos, carros e motos danificados e disputas pelas melhores vagas são alguns dos problemas que podem gerar discussões e dúvidas quando o assunto é a garagem do condomínio.

Ao longo deste artigo, explicaremos melhor quais são e como devem ser estabelecidas as regras da garagem do condomínio, e claro, a importância de deixá-las ao alcance do conhecimento de todos. 

Como funcionam as regras da garagem do condomínio?

Primeiramente, é extremamente importante que as regras condominiais em relação ao uso das garagens, assim como as demais, sejam bem planejadas, práticas e claras. 

Parte do carro estacionado na garagem do condomínio

Para garantir que elas sejam respeitadas, essas regras devem ser divulgadas periodicamente, e, claro, devem estar na Convenção e no Regimento Interno do Condomínio. 

Com base no artigo  1.336, IV do Código Civil, toda padronização ou convenção do condomínio deve levar em consideração o uso das garagens, determinando quais são os deveres dos condôminos e a forma correta de utilização das áreas comuns.

De quem é a garagem do condomínio?

É importante sabermos que as vagas de garagem, independentemente se coletivas ou rotativas, são consideradas áreas de propriedade comum de uso privativo. Ou seja, é sim uma área comum, mas de uso exclusivo do morador. 

Ainda está um pouco confuso? Vamos simplificar: nenhum morador será dono da garagem, ele apenas terá o direito de usá-la, respeitando sempre as normas estabelecidas pelo condomínio, afinal, mesmo vagas privativas devem seguir as regras condominiais.

Imagem da garagem do condomínio

5 regras importantes para serem seguidas:

 

Com base no tópico anterior, muito se engana quem pensa que o proprietário do imóvel pode fazer o que bem-quiser com a sua vaga e/ou durante a circulação na garagem. 

Separamos algumas regras de convivência para você, gestor, implementar nessa área, confira:

 

  • Velocidade permitida

Estabelecer um limite máximo de velocidade para o trajeto do portão até a garagem é muito importante para evitar acidentes e até mesmo confusões. Normalmente, os gestores estabelecem a velocidade máxima no pátio do condomínio de até 10 km/h. 

 

  • Crianças na garagem

Deve ser proibido brincadeiras e uso de brinquedos como bicicletas, patins, skates e coisas do tipo na garagem do condomínio. Brincadeiras nessa área são grandes riscos de acidentes para as crianças (e até mesmo para os adultos). Lembre-se: crianças nessa área só acompanhada de um responsável.

 

  • Vagas especiais

Mesmo não sendo obrigatório, é interessante que os condomínios tenham em suas garagens vagas especiais para idosos e portadores de deficiência física, com adaptações como espaços maiores e acessos mais fáceis aos elevadores de entrada para os prédios. 

Corredor da garagem do condomínio

  • Uso da vaga

Desde que não ultrapasse o espaço da vaga a que tem direito, é plausível que o morador deixe móveis e caixas na garagem enquanto faz a sua mudança. Porém, nada de permitir que utilizem a garagem para armazenamento permanente destes móveis/ utensílios.

 

  • Venda ou aluguel de vagas

Conforme a Lei Federal Nº 12.607, o aluguel ou venda da vaga de garagem para não moradores do condomínio é proibida. Mas, estando de acordo com as regras do Regime Interno, o condômino que não estiver utilizando pode alugar/vender a sua vaga de direito para outro morador.

 

E aí, gostou do conteúdo? Ficou com alguma dúvida? Lembre-se, se precisar de ajuda com as demandas do seu condomínio, entre em contato com a gente! Aqui na Umuarama estamos prontos para te auxiliar.

 

Para mais dicas sobre a administração condominial, continue acompanhando nosso Blog e nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin.

Comentários

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com as nossas Políticas de Cookies e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições Eu aceito